Não acho que houvesse/haveria algum problema se viesses amanhã

Tr05

Senior Member
Greek - Greece
Boa tarde a todos. Não consigo perceber qual é o verbo correto na frase do título. Também estou a perguntar porque há algum tempo vi o texto que se segue, num artigo com o título "E se Portugal sair da Europa o que é que acontece?".

"Não acredito que pudéssemos ter um resultado próximo deste. Independentemente da situação que Portugal tem passado nos últimos anos há um sentimento de proteção à UE apesar de existirem críticas também. Mas não acredito que essa fosse uma solução que Portugal e os portugueses escolhessem. Porque nós sabemos o que já ganhámos até aqui, nós sabemos que nos fortalecemos até aqui. Acredito que tal como aconteceu no Reino Unido também em Portugal, a maioria dos jovens votariam a favor da Europa.”

Tenho a impressão que a maioria dos Portugueses dizia "Não acho que haveria...". Νο espanhol, pelo menos de Espanha, acho que (geralmente) o conjuntivo aparece frequentemente em tais casos, como se pode ver aqui: no creo que plus conditional
Em Portugal é comum substituir o condicional pelo conjuntivo em frases do género?

Agradeço a vossa ajuda!
 
  • Carfer

    Senior Member
    Portuguese - Portugal
    Em português, hipóteses/conjecturas, possibilidades/impossibilidades, probabilidades/improbabilidades, crenças e opiniões, dúvidas, suposições, desejos, irrealidades, etc., pedem, em regra, conjuntivo. No texto que transcreve estamos perante a expressão de uma opinião, portanto o uso do conjuntivo é correcto. Admito que muitos portugueses (a maioria? Duvido) possam usar o condicional se estiver expressa ou implícita uma condição: 'Não acho que haveria x se y', como é o caso da frase que intitula o tópico. Mas no texto transcrito não está, a frase é peremptória, 'Não acredito que pudessemos ter...' (não acredita mesmo, não faz depender o resultado de uma condição). Seja como for, na frase do título, ainda assim prefiro o conjuntivo. O nosso uso, aliás, é bastante semelhante ao espanhol.
     
    Top